Cohidro vai prestar Ater ao Pronaf em Sergipe em acordo com BNB

Documento foi assinado pelos representantes máximos das duas instituições

Sendo uma linha de crédito fundiário voltada aos pequenos, o Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) deve fazer o acompanhamento do beneficiado durante a aplicação do investimento. Em Sergipe, nesta terça-feira, 26, foi assinado um Acordo de Cooperação entre a Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) e a superintendência do Banco do Nordeste (BNB) no Estado, onde a Estatal Sergipana fica oficializada com o serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), para os empréstimos feitos pelos agricultores dos Perímetros irrigados, contraídos na Instituição Financeira.

A partir de agora, para cada financiamento proposto ao BNB por um agricultor irrigante assistido pela Companhia, no momento em que os recursos forem liberados, haverá um repasse de 1,5% sobre o valor do empréstimo para a Empresa Pública. A intenção é a de auxiliar financeiramente a Cohidro com os custos extras que terá, ao passar assistir ao empreendimento rural que sempre vai surgir a cada novo projeto Pronaf, seja no custeio dos insumos de um plantio, seja em investimentos de infraestrutura rural.

O Diretor de Irrigação da Cohidro, João Quintiliano da Fonseca Neto defende que a Empresa já faz esta assistência técnica, para todos os produtores irrigantes nos perímetros, sem distinção. “Temos hoje um déficit de pessoal que dificulta no atendimento ao produtor, mas isso não tem nos impedido de fazer a extensão rural nos perímetros. Mas a FAO fez a previsão de que 80% da produção de alimentos no mundo vão depender da irrigação nos próximos 25 anos, o que confere a nós uma responsabilidade ainda maior. Assim, todo e qualquer apoio a Empresa e principalmente aos agricultores, através do crédito bancário, será bem vindo”.

Saumíneo da Silva Nascimento, Superintendente Estadual do BNB em Sergipe, estabeleceu que “no espaço geoeconômico em que ela atua, a Cohidro será a assistência técnica aos empreendedores rurais que recebem o apoio creditício do Banco”, por meio do Pronaf. “Nós Apostamos na competência e na capacidade dos técnicos da Cohidro, para que eles possam, com está assistência técnica em extensão rural, orientar nossos clientes produtores rurais e conduzir muito bem os projetos que nós estaremos financiando”, completou.

Segundo informações da gerência de crédito fundiário do Banco, no ultimo ano cresceu em torno de quatro mil novos agricultores a carteira de clientes do crédito ao Pronaf, o que faz mais necessário a participação das Aters acompanhando o produtor, trabalho em que o Governo do Estado pode suprir através da própria Cohidro, nos perímetros irrigados e pela Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), no restante das áreas. Em ambas as assistências, não estão incluídos os projetos ao Pronaf das modalidades A e A/C, voltadas a atender assentados da reforma agrária, que tem suas Aters específicas.

Presidente da Cohidro, Mardoqueu Bodano, agradeceu a confiança que o Banco está depositando nos técnicos agrícolas e diretoria da Empresa. “O convênio vai permitir melhorar a assistência ao agricultor familiar, levando mais conhecimento e gerando maior produtividade aos agricultores atendidos por nós. No resumo, é mais crédito ao produtor, que produz mais e melhor o alimento, que vira renda gerada no campo e chega na mesa do sergipano a preços mais justos ”, disse.

A assinatura, realizada na superintendência do Banco do Nordeste, em Aracaju, também contou com a participação do gerente estadual do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Volnandy Brito, do gerente em exercício do Programa de Microfinança Rural do Banco do Nordeste (Agroamigo), José Alysson dos Santos e do gerente executivo de Desenvolvimento Territorial em exercício, Carlos Felipe Lemos Alves.

Atualizado em