Reunião do Água Doce planeja programa e deriva ações em Carira

Em reunião realizada na última terça-feira (30), com diretores, coordenadores e técnicos da Secretaria de Estado da Agricultura, Des. Agrário e da Pesca de Sergipe (Seagri), Cohidro e da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), foram traçadas metas de como vai ocorrer a atuação das duas empresas subsidiárias no Programa Água Doce (PAD).

As tratativas desta semana já motivaram a ação realizada pela equipe da Divisão de Manutenção de Poços (Dipoços), recolhendo a bomba do poço do sistema de abastecimento de água dessalinizada do povoado Macacos, em Carira, para reparo ou substituição da peça. Como sequência a um serviço de bombeamento de teste de vazão que será realizado no mesmo poço.

O PAD é mantido em Sergipe pela Seagri, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR); fornecendo água potável a partir de sistemas de abastecimento de água, dotados de poços e dessalinizadores, para 33 localidades do Semiárido Sergipano. A Seagri conta com a Cohidro para ações de perfuração, manutenção e recuperação dos poços que abastecessem esses sistemas de dessalinização de água.

A Emdagro faz a indicação das comunidades carentes de água doce, o acompanhamento do Acordo de Gestão dos sistemas, para minimizar os conflitos pela água. Atua na educação das famílias, quanto ao correto transporte, as prioridades no uso da água doce e também a correta destinação ou reaproveitamento do rejeito da dessalinização.

Presentes à reunião, os diretores da Cohidro Paulo Sobral (presidente), Elayne de Dedé (Infraestrutura Hídrica), o coordenador do PAD na Seagri, Francisco Bispo, a engenheira agrônoma da Emdagro, Elizabeth Campos, o gerente da Dipoços, Roberto Wagner e a geóloga da Gerência da Perfuração da Cohidro (Geperf) e consultora nacional do Água Doce, Maria Auxiliadora.

Atualizado em