Agricultores irrigantes do Perímetro de Lagarto fornecem alimentos a famílias vulneráveis da Barra dos Coqueiros

Cohidro assessora produtores que fornecem ao Programa de Aquisição de Alimentos na modalidade Compra com Doação Simultânea
Lania Ribeiro faz entrega na residência de Ana Deise [Foto Fernando Augusto]
Mais de 300 famílias em situação de insegurança alimentar assistidas pelo Centro Comunitário Sócio-Cultural da Barra dos Coqueiros (CCSCBC) receberam alimentos da agricultura familiar adquiridos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Conab, na modalidade “Compra com Doação Simultânea”. Na última quinta-feira (10), os agricultores do Movimento Associativista Do Brejo, que produzem no Perímetro Irrigado Piauí, administrado pela Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e irrigação (Cohidro) em Lagarto, levaram 1.848 quilos de produtos agrícolas até a Barra e, com todos os cuidados para evitar aglomerações, a equipe do Centro Comunitário entregou os kits de alimentos aos beneficiários do programa em seus respectivos bairros. Pelo fornecimento dos alimentos, os agricultores envolvidos são remunerados com recursos federais, enquanto recebem do Governo do Estado irrigação, assistência técnica rural e a assessoria necessária à atuação no programa.

Do Perímetro Irrigado Piauí, participaram dessa entrega 16 agricultores irrigantes. Segundo o presidente da Cohidro, Paulo Sobral, a irrigação permite que o produtor entregue alimentos ao PAA o ano inteiro. “Por isso, a empresa incentiva o produtor a participar do ranqueamento de propostas de todo o Estado e, depois, dá o auxílio para os irrigantes realizarem a prestação de contas das entregas junto à Conab. Após a liberação de recursos, ocorreu a primeira entrega dos irrigantes ao PAA do ano, em 1º de julho, em Canindé de São Francisco”, conta Paulo. Ainda segundo ele, incluindo mais uma associação de Itabaiana, os três projetos já aprovados somam R$ 327.945,51 em remuneração a 41 produtores irrigantes. “Outras duas propostas de Canindé e Lagarto também estão pleiteando participação no programa, somando outros R$ 280 mil para mais 35 irrigantes, ainda neste ano”, completa o presidente da Cohidro.

O presidente do Movimento Associativista, Gildeon Santana, atua pela terceira vez como fornecedor de alimentos pelo PAA. “Este projeto dá alguma garantia ao agricultor, para que ele possa permanecer produzindo. Começa com o valor X e vai até o final. É um programa da Conab que lhe garante plantar e, tendo a produção, você já tem a garantia do preço. Para os agricultores, o PAA é uma forma de incentivo a produzir com mais qualidade, investir em adubação, dentre outras coisas”, considera. O produtor ressalta a importância do auxílio prestado pelos técnicos da Cohidro para que os irrigantes atuem no programa. “Tem os perímetros irrigados que atendem os agricultores, além dos técnicos que sempre nos dão apoio na nossa região, nos assessorando e dando o máximo de si para que as coisas aconteçam, e todos possam produzir mais e com melhor qualidade”, afirma o agricultor.

O Centro Comunitário da Barra dos Coqueiros irá receber, durante nove meses, quase 42 toneladas de alimentos, em entregas quinzenais feitas pelos irrigantes do perímetro Piauí. Assistente social do Centro, Lania Ribeiro conta que a instituição atua na proteção social básica no município há 40 anos. “Semanalmente, fazemos entregas de sopas e, quinzenalmente, a gente faz a entrega das cestas verdes, que são os produtos do PAA. Macaxeira, batata, maracujá, salada… produtos que geralmente eles não possuem o hábito de comprar, então, é um complemento importante à sua alimentação. São beneficiadas diretamente 306 famílias de vários bairros, não apenas do entorno da instituição. Todos os cuidados estão sendo tomados na hora das doações: máscaras, toucas, luvas, álcool a 70%. Também por isso, não podemos aglomerar aqui, então optamos por fazer a entrega nas próprias comunidades”, assinalou. O CCSCBC está aberto a receber outras doações de alimentos, embalagens e recursos, atendendo os interessados pelo telefone (79) 3262-1344.

Ana Deise é chefe de uma das 25 famílias assistidas no Rio das Canas, localidade onde vive com 8 pessoas, entre filhos e netos. Ela destaca a qualidade dos alimentos que recebe do CCSCBC. “Ajuda muito. Melhora a nossa condição e, por isso, agradeço muito. A macaxeira é boa, cozinha bem”, opina. Na mesma localidade vive Jucimara Cruz, com o esposo e filho, para quem a ajuda é importante para a economia do lar. “Contribui muito, porque já é um reforço na alimentação na minha casa. Principalmente porque, hoje, com essa pandemia, está tudo caro”, disse. Tatiane Pereira vive com o esposo, filho e sobrinho no loteamento Recanto das Andorinhas. Ela destaca a variedade dos alimentos fornecidos pelos produtores, que contribuem para uma dieta equilibrada, indicada por nutricionistas. “O coentro, que ajuda a temperar o almoço, a macaxeira, a cebolinha, a laranja do suco da criança, a batata-doce, o maracujá, que eu tiro a polpa e boto no congelador. A qualidade é boa”, concluiu a beneficiária.

Atualizado em