Histórico
O Perímetro Irrigado Califórnia é constituído por duas antigas fazendas, Cuiabá e Califórnia, desapropriadas pelo governo do Estado em 1984. Sua construção foi iniciada em julho de 1985, e concluída em março de 1987, quando entrou em operação. Foi planejado para ser o modelo de exploração racional de solo e água no Semiárido Nordestino.

Dentro dos 3.980 hectares do projeto de irrigação funcionam, de maneira interdependente e complementar, as duas formas de exploração agrícola recomendadas para região semiárida: a Agricultura Irrigada e a Agricultura de Sequeiro.

 

Localização
O perímetro localiza-se no município de Canindé do São Francisco, no extremo Noroeste do Estado de Sergipe, no Território do Alto Sertão, distando 213 Km de Aracaju, 183 Km para Terminal Marítimo Inácio Barbosa.

Dados gerais

Área total do perímetro 3.980 ha
Área agrícola irrigável 1.360 ha
Área agrícola de sequeiro 1.830 ha
Área de reservas e estradas 790 ha
Público beneficiado 1.360 pessoas
Número de Lotes 333 lotes Irrigados 253 da agricultura familiar
19 empresariais
Ponto de água 61 de sequeiro
Tipos de irrigação Aspersão
Gotejamento
Microaspersão
Assistência Creditícia Banco do Brasil
Banco  do  Nordeste do Brasil
Banco do  Estado de Sergipe
Tipos de solos Bruno não cálcico
Eutrófico
Podzólico

 

Ocupação
O Perímetro Califórnia está subdividido em 333 lotes, distribuídos entre 272 agricultores irrigantes e outros 61 que atuam na área de sequeiro e contam com um ponto de água para consumo humano, animal e para pequenas hortas domésticas.

 

Assistência técnica
Assistência técnica agronômica e os Serviços de Operação e Manutenção da rede de distribuição de água são de responsabilidade da Cohidro na área irrigada, já a Assistência técnica agronômica na área de sequeiro é prestada pela Emdagro, ambas vinculadas à Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento (Seagri).

 

Infraestrutura física
Nas áreas irrigáveis, é utilizada a tecnologia de irrigação por aspersão convencional e irrigação localizada, microaspersão e gotejamento. O sistema de irrigação é alimentado com água captada do Rio São Francisco que sai da represa da Hidroelétrica de Xingo, da Chesf e por gravidade vai até a estação de bombeamento denominada EB-100. De lá a água é elevada, por meio de adutora, até o canal CT-01 e então chega no reservatório da EB-02 e esta redistribui – em canais e adutoras – a água para outras cinco EB’s que a abastecem os lotes dos produtores.

Estações de Bombeamento (EBs) 7 EB-100* EB-02 EB-4A
EB-4B
EB-5A
EB-5B
EB-5C
Número de bombas 63 EB-100* (captação) 4 bombas
EB-02 (distribuição) e EB’s 5A, 5B, 5C, 4A e 4B (pressurização para os lotes) 59 Bombas
Vazão total do sistema de irrigação 5600 m³/h
Extensão de adutoras e canais 78 km
EBs com reservatórios 6
*A EB-100 é de uso compartilhado com o Projeto de Irrigação Jacaré-Corituba, administrado pela Codevasf.

Dados climáticos

Clima Quente e seco
Temperatura Média 20,8ºC  mínima
31,6ºC máxima
com média  anual de 26,2°C.
Precipitação Média 450 mm a 800 mm
Insolação 2.499 horas e 41 min
Umidade Relativa do ar 67,6%

 

Principais culturas exploradas
Acerola, Banana, Goiaba, Manga, Graviola, Abóbora, Aipim, Amendoim, Feijão de corda, Milho, Quiabo, Coentro, Maracujá, Pimentão e Tomate.

Produção em 2017

Produção 28.764 ton.
Área total plantada 1.996 ha
Valor da produção R$ 31.566.900,00