Seidh doa 10 barracas para feira de irrigantes orgânicos pela Cohidro

Barracas matálicas servirão para a venda de produtos orgânicos no Mercado Municipal de Canindé

Quinta-feira, 20, os agricultores irrigantes da Associação Sergipana de Orgânicos (Bio5), receberam 10 barracas padronizadas, enviadas pela Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão, Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh). Constituem a da Bio5, agricultores orgânicos instalados no Perímetro Irrigado Califórnia, administrado pela Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), sendo que a entrega se deu na sede da unidade da Empresa, em Canindé de São Francisco.

Desta forma, serão mais 10 agricultores orgânicos participando de uma Feira da Agricultura Familiar (FAF), desta vez em Canindé. Estes eventos são organizados pela Seidh em diversas cidades do interior de Sergipe, mas até o momento, as únicas com base agroecológica, eram as realizadas quinzenalmente, na capital Aracaju. Mas a partir de agora e devido ao nível organizacional que se encontra a Bio5, a turística cidade do Alto Sertão também vai contar com um ponto de venda, que privilegie a comercialização de alimentos produzidos livre do uso de agrotóxicos.

Tal benefício concedido a estes agricultores se fez possível depois deles receberem uma visita da Secretária de Estado Marta Leão, no último dia 11. A titular da Seidh fez questão de ver de perto o trabalho que estava sendo feito pela Bio5 de Canindé. Para ela, é um compromisso do Governo do Estado, promover ações que privilegiem a produção orgânica, que exige do agricultor mais dedicação do que nos cultivos tradicionalmente feitos com defensivos industriais.

“Esses agricultores enfrentam muitas dificuldades na concorrência com os alimentos produzidos de forma tradicional. Então, o Governo de Sergipe estende as duas mãos a estes produtores, oferecendo capacitações, orientações técnicas e abrindo editais, como o que possibilitou a aquisição de um caminhão baú refrigerado pela Associação de Agricultores Orgânicos do Agreste (Aspoagre)”, colocou a secretária Marta Leão, em referência ao veículo adquirido com recursos Estaduais e do BNDES.

Já o Presidente da Cohidro, Mardoqueu Bodano, agradeceu a ajuda bem-vinda à agricultura orgânica de Canindé, em nome dos irrigantes beneficiados. “A Seidh é parceira nossa de longa data, seja através do espaço que oferece aos nossos agricultores, nas FAFs em todo Estado. Ou através de outras iniciativas, como o Programa de Recuperação de Pequenas Barragens, onde juntas, Seidh e Seagri (Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca), através de nossa Companhia, já reformaram 1.865 aguadas destinadas à dessedentação dos rebanhos, sendo 15 delas comunitárias e de médio porte”, confirmou.

A Bio5

Fundada há cerca de dois anos, sob tutela da Cohidro e acompanhada de perto pelo Técnico Agrícola da Empresa, Tito Reis, a Bio5 integra 20 agrofamílias, sendo que seis delas formam uma Organização de Controle Social (OCS), que depois de ser registrada no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), teve a autorização federal para a venda direta de produtos agrícolas sob a titulação de orgânicos.

“Assim, com estas novas barracas e agora integrando uma nova FAF, estes agricultores pleiteiam aumentar o número de produtores agroecológicos e querem ocupar um espaço no Mercado Municipal de Canindé, que a Prefeitura acenou estar disposta a conceder”, informou o Técnico Tito.

Segundo a presidente da Bio5, Rosângela Oliveira Andrade, existem poucas restrições para que os agricultores, irrigantes no Perímetro Califórnia, possa fazer parte da Associação, mas elas precisam ser levadas à risca. “Hoje a única restrição que fazemos é de que não aceitamos o trabalho individual, pois o grupo trabalha com a Agricultura Familiar, então é necessário que esta família esteja interessada em praticar a agricultura orgânica”, expôs.

Edmilson Cordeiro, Gerente do Califórnia, apóia as iniciativas dos agricultores em se organizar dentro do pólo de irrigação da Cohidro. “Se há disposição dos membros do grupo em trabalharem juntos, contem com nosso apoio para se organizarem. Hoje temos o trabalho desses produtores que souberam se organizar e estão de parabéns, mas quero deixar claro que isso não é algo exclusivo para eles e estamos aqui, de portas abertas, para todas as entidades que existem dentro do Perímetro ou que venham a ser formadas.”, informou.

Compartilhe
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter