População de Tobias Barreto comemora instalação de cisternas pelo governo do Estado

A equipe de engenharia da Cohidro atuou na elaboração dos projetos de engenharia, que foram anexados no projeto da Seplag, enviado ao MDS, e vai atuar fiscalizando o prosseguimento das obras.

 

Dona Marina dos Santos comemora a nova cisterna ao lado do governador Belivaldo Chagas – Foto: Victor Ribeiro (ASN)

Mariene Alves Góis Santos, moradora do povoado Saquinho, sentiu a vida se transformar desde que o governo do Estado iniciou a instalação de cisternas na comunidade localizada no município de Tobias Barreto. “Há mais ou menos uns 20 dias, tudo começou a melhorar. Estamos bastante felizes porque antes pegávamos água no tanque, até o pescoço ficava doendo do esforço que era para conseguir água. Além disso, a água era de má qualidade e por isso gastávamos muito sabão para lavar roupa e os afazeres domésticos. Agora, temos a cisterna que veio em boa hora e mudou muito as nossas vidas”, disse a dona de casa.

Nesta sexta-feira (15), o governador Belivaldo Chagas, acompanhado pelo deputado federal Fábio Reis, visitou as cisternas que o governo do Estado está construindo em parceria com o governo federal na comunidade Tanque Grande/ Povoado Saquinho, em Tobias Barreto.

“São cerca de 3.000 cisternas que estão sendo construídas em 20 municípios do estado. Só aqui em Tobias Barreto são mais de 900 cisternas que estamos construindo. Nós visitamos algumas delas hoje e sentimos a felicidade da população ao ter suas cisternas com capacidade de 16 mil litros de água. Água boa que vai ajudar a trazer mais qualidade de vida para população. Portanto, essa é a intenção do governo do Estado poder melhorar a vida desse povo que tanto necessita de atenção”, disse o governador Belivaldo Chagas.

Em setembro de 2017, em Tobias Barreto, o governo do Estado e o Ministério do Desenvolvimento Social firmaram convênio para a implantação de 3.576 cisternas e aguadas em municípios sergipanos  num investimento de R$ 15 milhões. Serão 3.062 cisternas no valor de R$ 10.819.805,66, e 514 barreiros, no total de R$ 4.180.194,33. A contrapartida estadual é de R$ 152 mil. De acordo com o convênio, a execução do Programa para implantação de cisternas e aguadas está a cargo da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) em Sergipe.

Para o presidente da Cohidro, Carlos Melo, as cisternas trarão aos moradores mais dignidade e melhores condições de vida. “Trata-se de uma importante ação do governo do Estado, na parceria com a Secretaria de Estado do Planejamento e a Cohidro, para que a gente possa levar saúde e dignidade para as pessoas que ainda não têm o acesso à água encanada. E através das cisternas, por se tratarem de populações dispersas, ou seja, que não estão em aglomerados urbanos, você consegue abastecer e levar água de qualidade para essa população”.

O convênio, firmado por meio da Seplag no âmbito estadual, está inserido no Programa Nacional de Apoio à captação de Água de Chuva e Outras Tecnologias – Programa Cisternas, que possibilita a construção de barreiros (aguadas) e cisternas de placas de 16 mil litros para armazenamento de água para famílias rurais de baixa renda atingidas pela seca nos municípios do semiárido sergipano.

Segundo o secretário de Estado do Planejamento, Rosman Pereira,  já foram entregues 39 cisternas com mais 61 em execução e previsão de entrega na proxima sexta-feira. ” Serão 100 prontas e mais 170 com buracos escavados e placas de concretos fazendo a cura, que vão estar prontas, totalizando 270 nessa primeira etapa. Nossa  expectativa é entregar também, até a proxima sexta, 100 barreiros nos povoados onde já foram feitas as inscrições e cadastramento dos beneficiários. São regiões que passam por longa estiagem. Então, é um projeto do governo federal em parceria com o governo do estado para que a gente possa trazer água de qualidade para consumo humano e através dos barreiros, água para o consumo animal “, informou.

Uma ação que deixou o prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida, muito satisfeito. “São 982 cisternas e 284 barreiros, que estão em andamentos. Isso é muito importante. É uma obra que vai marcar a vida do homem do campo que convive com a seca”, celebrou.

Cisternas
A dona Marina dos Santos, moradora do povoado Saquinho/ Tanque Grande, também elogiou os benefícios trazidos com a cisterna. “Era difícil, a gente não tinha água, pegava no tanque e com o balde na cabeça e hoje mais não, graças a Deus. Melhorou por causa da cisterna, agora não falta mais não, graças a Deus”, vibrou a dona de casa que mora com mais quatro pessoas.

Os municípios de Tobias Barreto, Telha, Simão Dias, São Miguel do Aleixo, Pinhão, Poço Redondo, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora Aparecida, Monte Alegre e Macambira serão contemplados com cisternas. E receberão barreiros: Tobias Barreto, Nossa Senhora Aparecida, Pinhão, Frei Paulo e Macambira. Só em Tobias Barreto são 920 cisternas e 287 barreiros.

Em 2018, a Cohidro e a Seplag firmaram Termo de Cooperação com o objetivo de efetivar instalação das cisternas de placas em concreto armado e a construção das barragens de barreiro em Sergipe.

A implantação das 3.062 cisternas e 514 barreiros é de fundamental importância para o desenvolvimento de localidades que ainda não têm acesso à água encanada por diversos fatores, principalmente o da topografia e da distância dos centros urbanos.

Duas entidades foram escolhidas em chamamento público para a execução do programa. A Associação Movimento Popular Resgatando Vida e Cidadania Sergipana (AMPRVCS), que construirá cisternas e barreiros em Tobias Barreto, Simão Dias, Macambira, Frei Paulo, Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora das Dores. O Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC), vai instalar cisternas em Poço Redondo, Monte Alegre e Nossa Senhora da Glória. As entidades são responsáveis pelo cadastramento social das famílias beneficiárias.

As tecnologias sociais são destinadas para famílias residentes em localidades rurais e com renda familiar equivalente às utilizadas como critério de aceitação em outros programas sociais federais, como o ‘Bolsa Família’; devendo possuir o Número de Identificação Social (NIS) e, preferencialmente, ter como responsável legal uma mulher.

A equipe de engenharia da Cohidro atuou na elaboração dos projetos de engenharia, que foram anexados no projeto da Seplag, enviado ao MDS, e vai atuar fiscalizando o prosseguimento das obras.

Fonte: Agência Sergipe de Notícias

Leia a matéria completa clicando aqui